Pesquisa sobre uso do Qt no Brasil

Aracele Torres

muti

Para quem ainda não conhece o Qt, ele é um toolkit para desenvolvimento multiplataforma que já tem 20 anos de existência, veja a timeline com a história do projeto aqui. Ele é amplamente utilizado, desde em comunidades de software livre como a KDE, até em grandes empresas como a Philips, o sistema embarcado da minha TV é feito com Qt  🙂  Você também pode dar uma olhada em outros softwares que usam Qt aqui.

Recentemente fui a um evento de Qt fora do Brasil, a QtCon, que reuniu as comunidades KDE, VideoLan, FSFE, KDAB e, claro, Qt. O evento contou com várias palestras de figuras-chave no desenvolvimento do Qt e também com dois dias de treinamentos.

Depois de participar da QtCon me passou pela cabeça que seria legal ter um evento de Qt no Brasil. Existe uma lacuna desse tipo de evento aqui, há muito tempo participo de eventos no Brasil representando a comunidade KDE, que tem laços muito estreitos com o Qt, e também tenho participado do Lakademy desde 2012, mas evento de Qt mesmo eu não tenho conhecimento de que aconteça ou já tenha acontecido aqui no Brasil.

Pensando nisso eu resolvi fazer um questionário sobre o uso de Qt no Brasil. Pretendo levantar dados sobre esse uso, quem são e onde estão esses usuários, e assim ponderar sobre a possibilidade de realização de um evento de Qt aqui. Queria pedir a todos os interessados para preencherem o questionário disponível aqui, não vai levar muito tempo, entre 1 e 2 minutos. Não é preciso se identificar, é anônimo. A intenção, como disse, é saber se existe demanda de usuários para que possamos realizar uma QtCon Brasil. Contamos com a ajuda de vocês! Grata!  🙂



KDE 20 anos: mais comemorações

Aracele Torres

Como muitos de vocês que acompanham esse blog devem saber, esse ano é muito especial para a comunidade KDE. São 20 anos de existência! Para uma comunidade internacional de software livre que depende de trabalho voluntário, isso é um feito! Toda comemoração é pouca!  😀

Sinto muito orgulho, portanto, de fazer parte dessa história e contribuir para que essa comunidade continue sólida e fértil de projetos e ideias. Também fico feliz de ter participado de algumas atividades comemorativas que já aconteceram. Esse post é um relato sobre elas.

Apesar de o aniversário de fato ser só em outubro, as comemorações começaram bem antes disso. Nós aqui no Brasil, por exemplo, já começamos a comemorar em julho, no FISL. Durante as nossas comemorações no FISL, ganhamos um super presente do Elias Silveira, um super artista brasileiro que faz arte usando software livre 🙂 Obrigada mais uma vez Elias!  ❤

kde20anosFinal-nologo.pngArte do Elias Silveira.

Pouco antes do FISL eu comecei a trabalhar num projeto para construir uma timeline sobre os 20 anos de história da comunidade. A ideia me ocorreu quando fui preparar a palestra que ia apresentar no evento. A princípio eu ia usar a timeline apenas na minha palestra, para ilustrar a  apresentação de slides. À medida em que eu fui pesquisando e juntando os dados, me dei conta que seria muito melhor se isso virasse uma página web e se pudesse ser parte das atividades de comemoração do nosso aniversário. Mandei um protótipo pra lista internacional de promo que nós temos e todos gostaram da ideia.

Depois de dois meses de trabalho, eu e a Camila Ayres, que me ajudou na construção da página, tínhamos terminado o projeto. A estréia foi feita na QtCon 2016, um evento internacional que aconteceu na semana passada em Berlim, na Alemanha. Essa conferência reuniu além da comunidade KDE, outras duas comunidades aniversariantes, a VideoLAN e a FSFE. De todas as coisas que já fiz nessa comunidade, essa timeline foi uma das que mais gostei de fazer 🙂  Se você ainda não viu, acessa aqui a nossa timeline e aprenda mais sobre o que marcou a nossa história nesses 20 anos.

Além da timeline, nós também lançamos um livro comemorativo, do qual eu também tive o prazer de participar escrevendo um capítulo. “20 Years of KDE: Past, Present and Future” traz 37 histórias escritas por diferentes contribuidores da comunidade, sobre os diversos aspectos que a marcaram e marcam. Você pode fazer o download gratuito do ebook ou, se você gostaria de ajudar financeiramente a comunidade, pode comprar o livro impresso  🙂

frontcoverCapa do nosso livro.

As comemorações ainda continuarão até outubro, e se você quiser saber se vai ter alguma festa na sua cidade, basta olhar aqui. Se ainda não tem nenhuma festa marcada onde você mora, sinta-se à vontade para criar uma.  🙂  E se você tiver a fim de me ajudar a organizar uma aqui em São Paulo, é só me avisar! Basta achar um bar legal e algumas pessoas nerds que gostam de KDE!  😀



20 anos do KDE com dois presentes maravilhosos

aracnus

O projeto KDE faz 20 anos no dia 14 de outubro. E como parte das comemorações, foi produzido um livro digital (de distribuição gratuita) e uma bela linha do tempo (criada pela genial Aracele Torres).

Mais informações sobre o livro no blog do KDE-Brasil.

Lançado o livro “20 Years of KDE”! | KDE Brasil

Image/photo

SEP 5 2016 Enviado por camilaraw Para todos os gearheads desse mundo, a ocasião do Aniversário de 20 anos KDE traz consigo a tradicional, mas ainda não convencional, fatia do nosso bolo virtual –  nosso novo livro chamado “’20 Years of KDE: Past, Present and Future” (20 Anos de KDE: Passado, Presente e Futuro) vem como a cereja do bolo.Com …


Linha do tempo com os 20 anos de KDE

frederico

 

O KDE está fazendo aniversário. São 20 anos construindo uma comunidade ativa, original e muito amigável. E entre as comemorações desses 20 anos temos uma bela linha do tempo, que destaca os marcos mais importantes não só do KDE, como também do que veio antes, na história do software livre. Nela é possível encontrar os diversos lançamentos e encontros que definiram o projeto ao longo de sua história. Vale a pena dar uma olhada lá e aprender como foi a evolução do KDE ao longo dos anos e como chegamos ao estado em que estamos hoje.

E você? Também faz parte dessa linha do tempo? Qual a sua história com o KDE?


Lançado o livro "20 Years of KDE"!

camiladeazevedomoura

Para todos os gearheads desse mundo, a ocasião do Aniversário de 20 anos KDE traz consigo a tradicional, mas ainda não convencional, fatia do nosso bolo virtual -  nosso novo livro chamado “'20 Years of KDE: Past, Present and Future” (20 Anos de KDE: Passado, Presente e Futuro) vem como a cereja do bolo.

Com o nascimento do KDE veio junto o nascimento da mudança, o nascimento de um pouco de brilhantismo e uma presença em 5 continentes que era inimaginável no momento da sua concepção. Era o começo de algo significativo.

E mesmo que a gente  conheça o KDE por tanto tempo, sendo responsáveis por moldá-lo e torná-lo o que é hoje, tendo interagido com ele em um nível pessoal há algum tempo, há muito mais sobre KDE que nem todos nós sabemos ou conhecemos, e há ainda muito mais sobre ele que ainda estamos por descobrir. Assim como hoje estamos com uma visão em nossos bolsos, tentando aprender, decidir, imaginar e domar o futuro imprevisível do KDE, também encontramos força, satisfação e validação em nosso passado e na grande parte dessa jornada sem fim na qual já viajamos. Nosso destino não termina na perfeição, mas em liberdade e poder infinitos. Poder para você e para o KDE.

O livro, em sua viagem nostálgica através da nossa linha do tempo dá ao leitor insights sobre o KDE como nunca antes. As muitas histórias e muitas maneiras nas quais nossos contribuidores imaginaram o caminho à nossa frente estão lá para você ler em “20 Years of KDE". Matthias Ettrich, o fundador do KDE, nos mostra um importante lado da história sobre a criação do KDE quando diz: "Como qualquer outro projeto complexo, KDE foi criado duas vezes. Em primeiro lugar, como uma ideia e, em segundo lugar, como a implementação da ideia no mundo real". Com as pessoas que estiveram junto em momentos drasticamente diferentes de agora, Richard Moore compartilha uma reflexão humilde em uma viagem pela memória dizendo ''Se você tivesse me dito na época que KSnapshot continuaria a ser desenvolvido e lançado por 18 anos, eu não teria acreditado em você”.

Albert Vaca se estende mais sobre o que está por vi para o KDE dizendo "Nosso futuro software irá rodar em dispositivos que ainda nem concebemos e vai fazer coisas para os nossos usuários que ainda nem sonhamos. No entanto, uma coisa vai permanecer a mesma - a criação de um software que as pessoas amam - que irá inspirar os próximos grupos de contribuidores para a nossa comunidade".

Andreas Cord-Landwehr certeiramente assinala um marco do livro quando afirma: "Em uma comunidade nós somos pessoas de vários contextos, educação e idades e, com vinte anos completos, nós terminamos o que se pode chamar de uma geração."

Kevin Ottens resume a necessidade de ir buscar sua cópia o quanto antes: "Você pode se perguntar por que eu estou dizendo isso. Bem, eu só quero que você, caro leitor, perceba que  tem sido um longo, longo tempo!"

Então, Feliz Aniversário KDE! Espero que você goste do seu bolo de aniversário!

Veja mais detalhes sobre o livro em 20years.kde.org/book!


Ainda Sobre o LaKademy 2016

fernandotelles

Parece um pouco tarde para escrever este relato, eu sei. Mas, eu não poderia deixar de expor o que foi o LaKademy para mim.

No ano passado, aconteceu o 3o LaKademy – Encontro dos usuarios e colaboradores latino-americanos do KDE. Eu estava lá! Foi a primeira vez que tive contato com a comunidade brasileira (infelizmente,nossos amigos argentinos e peruanos não estavam lá). Mas ainda assim foi muito bom. Naqueles dias em que tive contato com a comunidade, muitos mitos sobre o que era contribuir para Software Livre e código fonte aberto (FOSS) caíram por terra. Ali eu conseguia ver pessoas que se uniam por diversas motivações que, por fim, se convergiam em um único objetivo. Foi naquele evento que eu, de maneira tímida, comecei a dar meus primeiros passos e perceber que eu também queria participar da comunidade. A partir de então, comecei a contribuir e participei do Season of KDE (SoK), o que me permitiu participar ativamente nos projetos do KDE como desenvolvedor.

Na semana passada, o 4o LaKademy aconteceu na cidade do Rio de Janeiro. Nossos trabalhos foram realizados na Universidade Federal do Estado do Rio – UNIRIO, aos pés do Morro da Urca e sob a supervisão do Cristo Redentor. Foram 4 dias de trabalho duro, mas gratificantes.

Durante esses dias, trabalhei no Cantor, o software de aplicações matemáticas. Juntei-me a Filipe para trabalharmos no Cantor. Filipe é o mantenedor do Cantor e foi meu mentor durante o SoK.

O trabalho foi bastante produtivo. Fizemos triagem de bugs, corrigi um trecho de código para que um backend voltasse a funcionar. Abri um chamado para um bug no backend do Python3. Além disso, abrimos tasks no Phabricator para o Cantor. Por fim, tentamos colocar o backend do R para funcionar, entretanto esse trabalho continua além do LaKademy.

Filipe e eu conversando sobre o CantorFilipe e eu conversando sobre o Cantor

Outro ponto importante foi a tomada de decisões sobre a manutenção dos backends do Cantor. Por dar suporte a 10 linguagens distintas, o Cantor é um software de difícil manutenibilidade. A atualização das linguagens de backend é uma das constantes causas de bugs. Além disso, alguns backends foram feitos utilizando técnicas diferentes de comunicação com as linguagens. A partir disso, estamos decidindo optar pelos testes das versões de linguagem para garantir o funcionamento dos backends. Outro ponto é adotar uma arquitetura padrão para os backends bem como o uso de uma técnica comum de comunicação com as linguagens. Mas isso é papo para outro post.

LaKademy_PessoasCidade Maravilhosa, Pessoas Maravilhosas.

Por fim, o que tenho a dizer é que o Rio de Janeiro continua lindo, continua sendo. Mas, o título de maravilhosa, este foi passado da cidade do Rio de Janeiro para a comunidade Latino-Americana do KDE e, principalmente, para as pessoas que fizeram este evento acontecer.



KDE soprando velinhas no FISL 17!

Aracele Torres

davStand decorado.

Durante a última semana aconteceu mais uma edição do FISL, o Fórum Internacional de Software Livre, que é realizado desde 2000, na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. A nossa participação, como já havia anunciado aqui, foi muito especial, já que comemoramos 20 anos da comunidade KDE neste ano. O aniversário mesmo é só em outubro, mas como não podíamos deixar passar a oportunidade de celebrar essa data num evento tão importante como o FISL, preparamos uma programação especial.

No primeiro dia aconteceu o nosso mini-evento, o Engrenagem, no qual membros da nossa comunidade apresentaram várias palestras sobre vários assuntos relacionados a KDE. O Engrenagem foi aberto pela palestra internacional de David Edmundson, um dos dos desenvolvedores do Plasma.

DSC03626Palestrando.

Após a palestra do Edmundson, foi a minha palestra “20 anos de KDE: de Desktop a Guarda-Chuva de Projetos“, onde apresentei o processo de evolução da nossa comunidade, que a levou de uma comunidade de um projeto só para uma comunidade incubadora de vários projetos. Para quem não foi ao evento ou para quem foi e não pôde assistir, a palestra foi gravada e está disponível aqui. Abaixo também disponibilizo os slides da minha apresentação:

Além das nossas palestras, também preparamos umas surpresinhas para os fãs da comunidade que apareceram por lá. No penúltimo dia do evento tivemos um momento especial no qual decoramos nosso stand com balões e outras coisinhas, com direito a bolo de aniversário e velinhas sopradas! ❤

DSC03939Bolo de niver. DSC03936

Quem não viu as nossas palestras, pode assistir a elas buscando aqui na grade do evento, todas foram gravadas.

Quem quiser conferir as nossas fotos no FISL, basta acessar nosso flickr 🙂

Além da palestra sobre a história da comunidade KDE, eu apresentei também outra sobre a história do software livre. Essa apresentação foi baseada na minha pesquisa de mestrado, intitulada “A tecnoutopia do software livre: uma história do projeto técnico e político do GNU“, que pode ser baixada aqui 😉 Assim como a outra palestra, essa também foi gravada e está disponível para ser assistida através desse link.

Bom, isso foi um pequeno relato do que aconteceu no FISL 17. Para mais relatos sobre as atividades da nossa comunidade no evento, fique ligado no nosso site, no Planet KDE Português ou no nosso twitter 🙂

P.S: Se você ainda não contribuiu com a nossa campanha de fundraising Randa Meetings 2016 – KDE technology on every device, corra que só falta 3 dias! 🙂 Ajude-nos a continuar fazendo software livre como temos feito nos últimos 20 anos ❤



KDE celebrará 20 anos no FISL 17

araceletorres

Em outubro a comunidade KDE completará 20 anos e nós da comunidade aqui no Brasil já começamos a celebrar essa data histórica. Participaremos mais uma vez do Fórum Internacional de Software Livre (FISL), que acontece todo ano em Porto Alegre - RS. Durante todo o dia de amanhã  acontecerá o Engrenagem, nosso mini-evento dentro do FISL, que conta só com palestras relacionadas a KDE e Qt. Confira abaixo a nossa programação:

 

 

Além do Engrenagem, nós também estaremos com um stand disponível na área de exposição do evento, no qual venderemos alguns brindes e sempre ficamos à disposição da comunidade pra bater um papo e/ou ajudar em alguma coisa. Esse ano a gente mandou fazer 50 camisas comemorativas, então se você for um dos fãs da nossa comunidade, não perca essa oportunidade e passe lá no nosso stand pra garantir a sua:

 

 

Gostaria de convidá-los também para contribuir com a nossa campanha de arrecadação de fundos. Esse ano a campanha, Randa Meetings 2016 – KDE technology on every device, tem como objetivo arrecadar fundos para apoiar os esforços da comunidade para levar suas tecnologias a todos os dispositivos. Contribuindo com essa campanha você vai estar ajudando a comunidade a trabalhar na expansão das tecnologias KDE para outras plataformas. Você pode nos ajudar a continuar fazendo software livre como temos feito nos últimos 20 anos :)

Vemos vocês no FISL! o/

 


Vamos celebrar 20 anos de KDE no FISL 17!

Aracele Torres

Há quase 10 anos eu uso tecnologias KDE e há quase 7 anos eu faço parte dessa comunidade linda que se formou aqui no Brasil. É com muito orgulho que farei também parte da comemoração de 20 anos de KDE no FISL 17. Estaremos com uma programação com palestras voltadas para assuntos da comunidade. Durante todo o dia 13/07 acontecerá o nosso mini-evento, Engrenagem, dentro da programação do FISL. Além disso, como é de costume, estaremos também com um stand no evento, vendendo camisas e trocando ideias com quem aparecer por lá! 🙂

Confiram abaixo a programação que preparamos para vocês:

PosterKDEFisl17

O evento terá a palestra de abertura de David Edmundson, um dos caras do KDE que trabalha com o Plasma. Edmundson será o nosso palestrante internacional e vai falar um pouco do Plasma 5, a nossa nova geração do Plasma, lançada em 2014.

E como não poderia deixar de ser, eu, a historiadora da história :D, vou falar da trajetória da comunidade KDE nesses 20 anos que passaram. Muita coisa mudou desde aquele ano de 1996 em que o projeto foi anunciado e eu gostaria que todos soubessem o que já significou e o que significa KDE hoje. Portanto, confira a nossa programação acima e não deixe de participar! Esperamos vocês pra comemorarmos todos juntos 20 anos de trabalho pelo software livre! ❤

Gostaria de convidá-los também para contribuir com a nossa campanha de arrecadação de fundos. Esse ano a campanha, Randa Meetings 2016 – KDE technology on every device, tem como objetivo arrecadar fundos para apoiar os esforços da comunidade para levar suas tecnologias a todos os dispositivos. Contribuindo com essa campanha você vai estar ajudando a comunidade na realização não só do Randa Meetings, mas de outros eventos nos quais seus desenvolvedores possam se reunir e trabalhar na expansão das tecnologias KDE.

banner-fundraising2016



Do primeiro LaKademy a gente nunca se esquece…

aracnus

Logo do LaKademy 2016Nesse ano eu tive o prazer e a honra de ser convidado para participar do meu primeiro LaKademy. Pra quem não conhece, essa é a conferência de usuários e colaboradores do KDE na América Latina. O evento desse ano aconteceu no Rio de Janeiro, nas dependências da UNIRIO, que fica no belíssimo bairro da Urca, bem aos pés do bondinho do Pão de Açúcar. Pois é… E nem foi dessa vez que eu realizei meu desejo de andar nele…

Como (ainda) não tenho cacife pra ser desenvolvedor, participei em duas frentes no evento: tradução e promoção. Em relação ao primeiro tema, eu, a Aracele Torres e a Camila Moura trabalhamos junto discutindo como poderíamos aprimorar o processo de tradução do KDE. Resolvemos partir de uma revisão de todas as traduções disponíveis atualmente, tanto das interfaces quanto da documentação. Isso se deveu ao fato de que várias aplicações contém trechos que foram traduzidos há muito tempo e nunca foram revisados, alguns, inclusive, anteriores ao último acordo ortográfico da língua portuguesa (de 2009). Outro objetivo dessa revisão é gerar uma memória de tradução atualizada e confiável, que será disponibilizada publicamente ao final do trabalho.

Ainda em relação a esse tema, discutimos a manutenção de um glossário de termos, com o objetivo de dar consistência às traduções. É comum, por exemplo, encontrarmos termos que são traduzidos de formas diferentes, às vezes dentro do próprio programa. Nesse ponto tivemos uma feliz surpresa. Após definirmos que usaríamos o Vocabulário Padrão (também conhecido como VP) como referência, descobrimos que o criador da versão atual é o Fernando Boaglio, coordenador da equipe de tradução do KDE para o Português do Brasil. Isso simplificou bastante o trabalho, pois conseguimos acesso ao termos atualmente vigentes no sítio do VP, bem como ao código-fonte da aplicação onde ele roda. Teremos como trabalho agora normatizar esses termos para que eles possam ser livremente utilizados e planejamos uma ferramenta web que seja capaz não só de permitir a consulta aos termos, como também baixá-los na forma de um glossário, que poderá ser utilizado no Lokalize para futuras traduções. E a bola desse desenvolvimento nós passamos para o Henrique Sant’Anna (quem mandou ele ficar perto da gente?) ;-)

Já em relação à promoção do KDE, tivemos uma manhã intensa de discussões sobre o que fazer para melhorar o envolvimento das pessoas com o projeto e a sua divulgação. Entre as várias propostas, um dos consensos foi o de termos uma participação mais ativa não só nos grande eventos, como o FISL e o Latinoware, mas também em pequenos eventos locais e no FLISoL. E teremos também nesse ano as comemorações do aniversário de 20 anos do KDE, com propostas de atividades especiais, entre elas a produção de um vídeo sobre o projeto. Ah, e já fechamos a cidade do LaKademy 2017: Belo Horizonte! Inclusive com um local definido (e já confirmado): será nas dependências do campus I  do CEFET-MG, no bairro Nova Suiça. O local já está confirmado, agora é trabalhar na organização do evento.  \o/

Bom, como comentário final, eu adorei o evento! Foram dias frenéticos em que chegávamos por volta das 9:30h e nunca saíamos antes das 20:00h. E o clima era tão bom que nem percebíamos as horas passando. Além disso, foi uma oportunidade ímpar não só de poder colaborar mais diretamente com as pessoas envolvidas no projeto, mas também de podermos planejar os futuros procedimentos de localização do KDE. Com isso, podemos tentar garantir consistência e qualidade nas traduções, o que me deixou bastante animado com a perspectiva. E claro, é sempre um prazer enorme reencontrar meus bons amigos e amigas do KDE, especialmente depois de tanto tempo longe.  ;-)   E que venha logo o LaKademy 2017, porque já estou com saudades do povo!!!

Foto oficial, porque todo evento bacana tem que ter uma ;-)

Foto oficial, porque todo evento bacana tem que ter uma ;-)


Páginas