if (LaKademy 2016) goto Rio de Janeiro

Filipe Saraiva

Rio de Janeiro, a “Cidade Maravilhosa”, terra do Verão eterno. Os raios de sol aqui são sempre claros e quentes, o mar é refrescante, a areia é confortável. As pessoas são alegres, o Rio de Janeiro tem boa música, comida, as festas mais loucas do mundo, e belos corpos se divertindo com jogos de praia.

Mas enquanto o Rio de Janeiro ferve, alguns contribuidores do KDE que vivem na América Latina estarão trabalhando juntos em uma sala fria e escura da cidade, participando do nosso sprint “multi-área” chamado Latin America Akademy – LaKademy 2016.

Nos meus planos pretendo fazer um monte de trabalho relacionado com o Cantor, incluindo uma pesada triagem de bugs e diversos testes com algumas tecnologias IPC. Eu gostaria de selecionar alguma delas para ser a tecnologia “oficial” de implementação de backends no Cantor. O programa precisa de uma tecnologia IPC com bom suporte multiplataforma para os principais sistemas operacionais desktop disponíveis. Estou pensando no DBus… mas você teria alguma sugestão ou dica para me dar?

Outros contribuidores também querem trabalhar no Cantor. Wagner quer compilar e testar a aplicação no Windows, além de iniciar a implementação de um backend para uma nova linguagem. Fernando, que foi meu aluno no SoK 2015, quer corrigir o backend para R. Estou muito feliz em ver estes desenvolvedores querendo sujar suas mãos no código-fonte do Cantor, portanto ajudarei-os em suas tarefas.

Durante o LaKademy também pretendo apresentar para os participantes algumas ideias e protótipos sobre 2 novos softwares que estou trabalhando. Espero pegar alguns feedbacks e em seguida pensar sobre os próximos passos para estas aplicações. Quem sabe eu possa submetê-las como novos projetos do KDE? Bem, veremos. 🙂

Espere por mais notícias de nossa fria e escura sala onde realizaremos o LaKademy no Rio de Janeiro. 🙂


O LaKademy 2016 está chegando!

araceletorres

Olá comunidade!

Na próxima quinta-feira, dia 26 de maio, começa mais uma edição do LaKademy, a nossa conferência de usuários e colaboradores do KDE nos trópicos :)

Esse ano o evento vai ser realizado no Rio de Janeiro, na  UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro), entre os dias 26 e 29 de maio. Como em todas as edições anteriores, o evento será aberto ao público em geral e quem quiser fazer parte, basta se inscrever rapidinho nesse formulário aqui.

O LaKademy é a oportunidade que os contribuidores e usuários do KDE na América Latina têm para se encontrarem pessoalmente e trabalharem em projetos e ideias para a comunidade. Nele reunimos desenvolvedores, tradutores, o pessoal da promo, designers, sysadmins, e todos os tipos de contribuidores possíveis numa comunidade de software livre :) Portanto, não se acanhe! Venha e participe! Seja lá qual for a sua formação, a comunidade pode se beneficiar muito da sua contribuição :)

Qualquer dúvida, consulte o nosso FAQ sobre o evento ou mande e-mail na nossa lista.

Esperamos vocês no Rio! o/

 


Workshop de Software Livre 2016 – chamada de artigos e ferramentas

Filipe Saraiva

wsl2016-banner

Está aberta a chamada de trabalhos do Workshop de Software Livre (WSL), o evento acadêmico irmão do Fórum Internacional de Software Livre (FISL). Esse ano temos uma interessante novidade: além da já usual chamada de artigos, há também uma chamada específica para ferramentas livres.

O WSL publica artigos científicos com os mais variados temas de interesse das comunidades de software livre, como dinâmica social, gerenciamento, processos de desenvolvimento e motivações de contribuidores em comunidades, adoção e estudos de caso sobre software livre, aspectos jurídicos e econômicos, estudos sociais e históricos sobre o tema, e muito mais.

Esse ano, com a chamada de ferramentas, iremos publicar artigos que descrevem software, garantindo que o programa descrito atende a diversos critérios de qualidade e de adequação quanto a ser software livre.

Todos os artigos serão publicados no repositório de acesso aberto do WSL. Esse ano estamos trabalhando forte para termos um ISSN e DOI para as publicações.

O deadline é dia 10 de abril. Os artigos podem ser submetidos em português, inglês ou espanhol.

Saiba mais na página oficial do WSL.


Desenvolvendo aplicações Android com Qt / Colaborando com Software Livre no KDE

Sandro Santos Andrade

Desenvolvendo aplicações Android com Qt / Colaborando com Software Livre no KDE

Desenvolvendo aplicações Android com Qt / Colaborando com Software Livre no KDE

Sobre o workshop

Um amplo conjunto de soluções de software para Android está atualmente disponível nas lojas online de aplicativos. Entretanto, a base atualmente instalada de smartphones conta também com plataformas tais como iOS e Windows Phone. Desenvolver aplicações mobile que executem no Android e iOS é um dos desafios atuais da Computação, geralmente implicando no desenvolvimento de duas soluções totalmente diferentes.

O Qt é um toolkit moderno para criação de aplicações gráficas e uma das poucas soluções atualmente disponíveis para desenvolvimento multiplataforma e multi-device, não só para o Android e iOS, mas também para o Linux, Windows, MacOS e uma série de plataformas embarcadas, sem a necessidade de duplicação de trabalho. A primeira parte do workshop apresenta uma introdução ao desenvolvimento de aplicações Android (mas que também podem ser executadas no iOS) utilizando o Qt.

A segunda parte do workshop fala sobre o KDE: uma das maiores comunidades de Software Livre do mundo. O KDE existe há quase 20 anos e desenvolve um amplo conjunto de soluções de código-aberto não só para ambientes desktop, mas também para tablets e smartphones. A comunidade é formada por cerca de 3000 colaboradores ao redor do mundo. O workshop apresentará como a comunidade está estruturada atualmente, quais as motivações e benefícios ao contribuir com projetos do KDE e um passo-a-passo inicial para realizar as suas primeiras contribuições.

Motivação

A iniciativa tem como objetivo o fomento da cultura de Software Livre e Ativismo Hacker em Salvador e a divulgação de tecnologias livres que, embora de excelente qualidade, não são tão utilizadas na indústria de TI baiana ou por falta de pessoal capacitado ou simplesmente por falta de divulgação.

Público-Alvo

Não só estudantes e profissionais da área de TI e Ciência da Computação, mas também designers, tradutores, jornalistas, historiadores ou qualquer pessoa interessada em contribuir com as diferentes frentes relacionadas a software livre. Enquanto a primeira parte do workshop (Desenvolvendo Aplicações Android com Qt) é mais técnica, a segunda parte (Colaborando com Software Livre no KDE) pode ser aproveitada por qualquer pessoa interessada em participar de um projeto de Software Livre, independente do seu perfil.

Inscrições

Faça sua inscrição AQUI.


Desenvolvendo aplicações Android com Qt / Colaborando com Software Livre no KDE

Sandro S. Andrade

Desenvolvendo aplicações Android com Qt / Colaborando com Software Livre no KDE

Desenvolvendo aplicações Android com Qt / Colaborando com Software Livre no KDE

Sobre o workshop

Um amplo conjunto de soluções de software para Android está atualmente disponível nas lojas online de aplicativos. Entretanto, a base atualmente instalada de smartphones conta também com plataformas tais como iOS e Windows Phone. Desenvolver aplicações mobile que executem no Android e iOS é um dos desafios atuais da Computação, geralmente implicando no desenvolvimento de duas soluções totalmente diferentes.

O Qt é um toolkit moderno para criação de aplicações gráficas e uma das poucas soluções atualmente disponíveis para desenvolvimento multiplataforma e multi-device, não só para o Android e iOS, mas também para o Linux, Windows, MacOS e uma série de plataformas embarcadas, sem a necessidade de duplicação de trabalho. A primeira parte do workshop apresenta uma introdução ao desenvolvimento de aplicações Android (mas que também podem ser executadas no iOS) utilizando o Qt.

A segunda parte do workshop fala sobre o KDE: uma das maiores comunidades de Software Livre do mundo. O KDE existe há quase 20 anos e desenvolve um amplo conjunto de soluções de código-aberto não só para ambientes desktop, mas também para tablets e smartphones. A comunidade é formada por cerca de 3000 colaboradores ao redor do mundo. O workshop apresentará como a comunidade está estruturada atualmente, quais as motivações e benefícios ao contribuir com projetos do KDE e um passo-a-passo inicial para realizar as suas primeiras contribuições.

Motivação

A iniciativa tem como objetivo o fomento da cultura de Software Livre e Ativismo Hacker em Salvador e a divulgação de tecnologias livres que, embora de excelente qualidade, não são tão utilizadas na indústria de TI baiana ou por falta de pessoal capacitado ou simplesmente por falta de divulgação.

Público-Alvo

Não só estudantes e profissionais da área de TI e Ciência da Computação, mas também designers, tradutores, jornalistas, historiadores ou qualquer pessoa interessada em contribuir com as diferentes frentes relacionadas a software livre. Enquanto a primeira parte do workshop (Desenvolvendo Aplicações Android com Qt) é mais técnica, a segunda parte (Colaborando com Software Livre no KDE) pode ser aproveitada por qualquer pessoa interessada em participar de um projeto de Software Livre, independente do seu perfil.

Inscrições

Faça sua inscrição AQUI.


Cantor migrando para o Phabricator: que ferramentas nossos contribuidores devem usar

Filipe Saraiva

Projetos e softwares desenvolvidos pela comunidade KDE estão migrando para uma nova ferramenta que irá gerenciar nossos códigos, commits, revisões, tarefas, e mais. Esta ferramenta é o Phabricator e você pode visitar a instância dela para os projetos do KDE neste endereço.

Desde novembro de 2015 estamos migrando o Cantor para o Phabricator. Após nossa primeira revisão de código finalizada com sucesso alguns dias atrás, decidi escrever um post sobre que ferramentas nossos contribuidores devem utilizar enquanto o processo de migração não é finalizado.

Projeto

Phabricator tem uma aplicação para gerenciamento de projetos onde podemos colocar algumas informações úteis e coordenar a execução de tarefas. A página de projeto do Cantor está online e configurada.

Outra interessante funcionalidade é a possibilidade de ingressar em um projeto ou apenas acompanhar suas atividades. Se você tiver uma KDE Identity, faça o login no KDE Phabricator e siga-nos!

Workboard

O KDE oferece uma aplicação para gerenciamento da execução de tarefas utilizando um quadro estilo kanban, o KDE TODO. Apesar dela ser uma excelente ferramenta, nós nunca a utilizamos para o Cantor.

A aplicação Projects no Phabricator tem uma funcionalidade com este mesmo objetivo, o Workboard. Atualmente a estamos utilizando para acompanhar as tarefas do estudante Fernando Telles durante o SoK. A partir dessa experiência, pretendo utilizar o Workboard para gerenciar o desenvolvimento do Cantor.

Tarefas, bugs, desejos

A aplicação do Phabricator chamada Maniphest é uma ferramenta para criação e acompanhamento de bugs, tarefas e desejos (sugestões de funcionalidades).

Entretanto no KDE temos um Bugzilla pesadamente customizado, fazendo com que para o momento não tenhamos uma decisão sobre como migrar nossa ferramenta de relatórios de bugs.

Portanto, KDE Bugzilla ainda é nossa ferramenta para relatórios de bugs. Apesar disso, convido os contribuidores para que usem o Maniphest para submissão de desejos de novas funcionalidades. Nós nunca utilizamos o Bugzilla para este último objetivo, então não haverá problemas se começarmos a utilizar essa nova ferramenta para isso.

Repositório

A exemplo da maioria dos projetos do KDE, Cantor tem seu código fonte gerenciado pelo git. Phabricator tem uma aplicação chamada Diffusion que permite navegar e ver uma variedade de dados a partir de um repositório de código fonte.

Esta aplicação está configurada para o Cantor e pode ser visitada neste link.

Revisão de código

A aplicação do Phabricator para revisão de código é chamada Differential e também está disponível para o Cantor.

Entretanto ainda não há uma decisão sobre a migração definitiva e desativação da ferramenta atual de revisão de código usada pelo KDE, o Reviewboard. Portanto, nossos colaboradores podem utilizar uma ou outra ferramenta (mas por favor nunca as duas ao mesmo tempo!). Ainda assim, fica a recomendação para que deem prioridade e comecem a utilizar o Differential.

Wiki

Sim, Phabricator também tem sua própria aplicação para páginas wiki, chamada Phriction. Atualmente o Cantor só tem uma página na wiki Userbase. Como nós não utilizamos wiki no momento, só decidiremos se iremos utilizar o Phriction em algum momento no futuro.

Comunicação

Ok, o Phabricator também tem uma ferramenta própria para comunicação, Conpherence. Entretanto, os colaboradores do Cantor devem continuar a usar nossas atuais ferramentas de comunicação providas pelo KDE Edu, o canal IRC #kde-edu na rede Freenode e a  lista de e-mail do KDE Edu.

Apesar de eu ter algumas críticas sobre o Phabricator (por exemplo, eu não gosto da arquitetura Aplicações -> Projeto; prefiro Projeto -> Aplicações), ela é uma ferramenta muito interessante para o gerenciamento de projetos e tem uma ampla gama de aplicações para trabalhos específicos. Neste texto eu listei várias delas, mas ainda há muitas outras para serem exploradas e avaliadas.

Espero que este post possa ajudar os colaboradores do Cantor sobre qual ferramenta deve ser utilizada para desempenhar algum trabalho do projeto. Talvez o texto também sirva para apresentar algumas novidades para futuros usuários do Phabricator e ajude desenvolvedores do KDE durante o processo de migração. Por último, principalmente para o público de não colaboradores, o texto apresenta algumas das ferramentas que usamos no KDE.

O impacto do Phabricator na comunidade KDE é algo que deverá ser analisado no futuro próximo. Essa ferramenta e suas diversas aplicações poderão mudar consideravelmente como os subprojetos no KDE são organizados. Vamos ver o que o futuro revelará para nós.


KDE: configurando seu ambiente de desenvolvimento

Sandro Santos Andrade

 configurando seu ambiente de desenvolvimento

Olá pessoal,

O KDE Brasil tem construído uma série de vídeo-aulas sobre como contribuir com esta vibrante comunidade :). A vídeo-aula 1 explica o que é o KDE, como a comunidade está estruturada e as principais tecnologias que desenvolvemos. A vídeo-aula 2 te ensina a instalar as principais tecnologias KDE no seu computador.

Já na vídeo-aula 3, você irá aprender a como configurar o seu ambiente de desenvolvimento, primeiro passo para que você esteja pronto para realizar as suas primeiras contribuições. Abaixo eu apresento as notas que acompanham a vídeo-aula 3, de modo que você possa copiar e colar tais configurações no seu computador.

Contribuindo com o KDE: vídeo-aula3 - configurando o ambiente de desenvolvimento

PASSOS (não precisa digitar o $ nos comandos):

1) Instalando os pacotes básicos de desenvolvimento:

$ sudo pacman -S base-devel vim git cmake perl-xml-parser perl-json extra-cmake-modules

2) Editar o arquivo .bashrc e adicionar:

$ xhost +local: > /dev/null

3) Criar o usuário devel e ajustar sua senha:

$ sudo useradd -m -G wheel -s /bin/bash devel $ sudo passwd devel

4) Em outra aba (pressione Shift+Ctrl+T), logar como usuário devel:

$ su - devel

5) Configurar o git:

$ git config --global user.name "seu-nome" $ git config --global user.email seu-email

6) Configurar URLs do git. No arquivo .gitconfig inserir:

[url "git://anongit.kde.org/"] insteadOf = kde: [url "ssh://git@git.kde.org/"] pushInsteadOf = kde:

7) Clonar o kdesrc-build:

$ git clone kde:kdesrc-build kdesrc-build-git

8) Copiar a configuracao default do kdesrc-build:

$ cp kdesrc-build-git/kdesrc-buildrc-kf5-sample kdesrc-buildrc

9) Ajustar o arquivo .kdesrc-buildrc:

  • Alterar source-dir para ~/src
  • Alterar kdedir para ~/usr
  • Incluir build-dir = ~/build
  • Ajustar o path do include para o local onde você clonou o kdesrc-build

10) Criar o link do executável do kdesrc-build:

$ ln -s kdesrc-build-git/kdesrc-build ./

11) Configurar o ambiente de run-time. Incluir no arquivo .bashrc:

export KF5=/home/devel/usr export QTDIR=/usr/lib/qt export XDG_DATA_DIRS=$KF5/share:$XDG_DATA_DIRS:/usr/share export XDG_CONFIG_DIRS=$KF5/etc/xdg:$XDG_CONFIG_DIRS:/etc/xdg export PATH=$KF5/bin:$QTDIR/bin:$PATH export QT_PLUGIN_PATH=$KF5/lib64/plugins:$QTDIR/plugins:$QT_PLUGIN_PATH export QML2_IMPORT_PATH=$KF5/lib64/qml:$QTDIR/qml export QML_IMPORT_PATH=$QML2_IMPORT_PATH export KDE_SESSION_VERSION=5 export KDE_FULL_SESSION=true export CMAKE_PREFIX_PATH=$KF5:$CMAKE_PREFIX_PATH export DISPLAY=:0

12) Fazer o logout e login do usuário devel

13) Obter, compilar e instalar o KBreakout:

$ ./kdesrc-build kbreakout

14) Executar o KBreakout:

$ ./usr/bin/kbreakout

Assista aqui a vídeo-aula na íntegra:

Boa diversão ;)


KDE: configurando seu ambiente de desenvolvimento

Sandro S. Andrade

 configurando seu ambiente de desenvolvimento

Olá pessoal,

O KDE Brasil tem construído uma série de vídeo-aulas sobre como contribuir com esta vibrante comunidade :). A vídeo-aula 1 explica o que é o KDE, como a comunidade está estruturada e as principais tecnologias que desenvolvemos. A vídeo-aula 2 te ensina a instalar as principais tecnologias KDE no seu computador.

Já na vídeo-aula 3, você irá aprender a como configurar o seu ambiente de desenvolvimento, primeiro passo para que você esteja pronto para realizar as suas primeiras contribuições. Abaixo eu apresento as notas que acompanham a vídeo-aula 3, de modo que você possa copiar e colar tais configurações no seu computador.

Contribuindo com o KDE: vídeo-aula3 - configurando o ambiente de desenvolvimento

PASSOS (não precisa digitar o $ nos comandos):

1) Instalando os pacotes básicos de desenvolvimento:

$ sudo pacman -S base-devel vim git cmake perl-xml-parser perl-json extra-cmake-modules

2) Editar o arquivo .bashrc e adicionar:

$ xhost +local: > /dev/null

3) Criar o usuário devel e ajustar sua senha:

$ sudo useradd -m -G wheel -s /bin/bash devel $ sudo passwd devel

4) Em outra aba (pressione Shift+Ctrl+T), logar como usuário devel:

$ su - devel

5) Configurar o git:

$ git config --global user.name "seu-nome" $ git config --global user.email seu-email

6) Configurar URLs do git. No arquivo .gitconfig inserir:

[url "git://anongit.kde.org/"] insteadOf = kde: [url "ssh://git@git.kde.org/"] pushInsteadOf = kde:

7) Clonar o kdesrc-build:

$ git clone kde:kdesrc-build kdesrc-build-git

8) Copiar a configuracao default do kdesrc-build:

$ cp kdesrc-build-git/kdesrc-buildrc-kf5-sample kdesrc-buildrc

9) Ajustar o arquivo .kdesrc-buildrc:

  • Alterar source-dir para ~/src
  • Alterar kdedir para ~/usr
  • Incluir build-dir = ~/build
  • Ajustar o path do include para o local onde você clonou o kdesrc-build

10) Criar o link do executável do kdesrc-build:

$ ln -s kdesrc-build-git/kdesrc-build ./

11) Configurar o ambiente de run-time. Incluir no arquivo .bashrc:

export KF5=/home/devel/usr export QTDIR=/usr/lib/qt export XDG_DATA_DIRS=$KF5/share:$XDG_DATA_DIRS:/usr/share export XDG_CONFIG_DIRS=$KF5/etc/xdg:$XDG_CONFIG_DIRS:/etc/xdg export PATH=$KF5/bin:$QTDIR/bin:$PATH export QT_PLUGIN_PATH=$KF5/lib64/plugins:$QTDIR/plugins:$QT_PLUGIN_PATH export QML2_IMPORT_PATH=$KF5/lib64/qml:$QTDIR/qml export QML_IMPORT_PATH=$QML2_IMPORT_PATH export KDE_SESSION_VERSION=5 export KDE_FULL_SESSION=true export CMAKE_PREFIX_PATH=$KF5:$CMAKE_PREFIX_PATH export DISPLAY=:0

12) Fazer o logout e login do usuário devel

13) Obter, compilar e instalar o KBreakout:

$ ./kdesrc-build kbreakout

14) Executar o KBreakout:

$ ./usr/bin/kbreakout

Assista aqui a vídeo-aula na íntegra:

Boa diversão ;)


Contribuindo com o KDE - aula 3 - configurando o ambiente de desenvolvimento

filipesaraiva

Sandro Andrade acabou de atualizar a série de vídeo aulas "Contribuindo com o KDE" com um episódio muito especial para quem quer colocar a mão na massa e colaborar com código para a comunidade: um passo a passo com as configurações do ambiente de desenvolvimento.

O vídeo utiliza o Arch Linux como base, mas os passos são simples de serem adaptados para quaisquer outras distribuições.

Destaque também para a utilização do script kdesrc-build, que automatiza muitas etapas do processo de obtenção do código fonte, compilação e instalação.

Que tal nessas férias configurar seu ambiente de desenvolvimento e começar 2016 pronto para enviar patches aos softwares que você tanto gosta? ;)


Desafio de fim de ano KDE Brasil - seu patch vale presentes!

filipesaraiva

 

Está lançado o desafio de fim de ano do KDE Brasil - envie seu patch com uma nova funcionalidade e ganhe as cobiçadas camisetas e canecas do KDE em casa!

Promoção limitada e válida apenas até o dia 10 de janeiro. Qualquer dúvida, pergunte nos canais IRC #kde-brasil ou na lista de discussão.

Antes de começar, dê uma olhada no vídeo do Contribuindo com o KDE e configure seu ambiente de desenvolvimento.

Aguardamos seu código! :)


Páginas